Dando Close com a NEXT

next

Hoje é dia de dar close em um evento novo na cidade. A festa vai unir a galera do Techno e suas variações no sábado, no Velvet Pub na noite, e no Sub Dulcina no after.

[TUNTISTUN] E aí galera da festa NEXT tudo bem? Vamos falar da festa? Qual a ideia da festa, o som que vai rolar, os DJs que vão tocar?

E aí, pessoal da Tuntistun! Por aqui tudo ótimo! Expectativas a mil por hora!
A NEXT é um projeto cultural que planeja trabalhar dentro de todo o espectro do Techno. A ideia surgiu de uma conversa, sentados à mesa, sobre como seria nossa relação com o entretenimento pós-pandemia. Concluímos que a melhor maneira de criar uma conexão entre público, artistas, música e cultura seria trazer no conceito uma proposta de experiência sensorial na música eletrônica. NEXT não é somente uma festa ou um projeto de entretenimento, mas um hub cultural completo que proporciona uma vivência imersiva e apaixonante dentro do ambiente do Techno.

O objetivo maior da NEXT é fomentar a cena Techno no Brasil, seja com festas, seja com conteúdo musical produzido por artistas, seja com ações culturais diretas que utilizem a música como elemento chave. Valorizamos artistas grandes, mas também introduzimos os novos artistas na cena. Representamos não somente um coletivo cultural, mas também uma ideologia baseada na contribuição mútua e no compartilhamento de experiências dentro do Techno.

O nosso line da primeira edição foi escolhido a dedo para representar com a maior fidelidade possível, aquilo que pensamos para o projeto. Unimos a capacidade criativa e de realização, a vanguarda sonora e a nova geração do techno. De um lado Marcelo Galvão (Galvik), que é um dos maiores produtores culturais da cidade, representando o contexto de realização que queremos trabalhar na NEXT. Hopper que é um dos maiores DJs de techno da cidade, com destaque nacional e global pelo trabalho com a Mind Connector e com suas gigs, representando o aspecto da sonoridade vanguardista do projeto. Empire Of Mind, que é um dos mais promissores artistas de techno da cidade quando o assunto é produção musical. E, não menos importante, representando a nova geração trouxemos o N’VAKK, que além de DJ é curador do podcast da Amanzonika (SP), o Amazonika Music Radio e idealizador da página de conteúdo voltado para a cultura techno, a Techno Connection. Para finalizar, os residentes e idealizados da NEXT, Derick e Arth.

A sonoridade dessa primeira edição estará mais próxima de estilos como Melodic e Progressive Techno, mas a gente já ficou sabendo que alguns DJs vão ousar nos SETs apresentando sons bem experimentais e novidades que ainda nem lançaram!

A festa ainda vai contar com um After, né? Conta aí os detalhes para gente?

Exatamente! A NEXT vai até as 5h30 da manhã com a programação dos DJs do line principal. Depois disso, seguimos para curtir um super after: a NEXT Techno Sunrise. Será realizado em, um dos lugares mais icônicos do underground de Brasília, o SubDulcina no CONIC. Para o line desse segundo momento, escolhemos os artistas com as sonoridades que mais se aproximam do espírito da NEXT. Isa49, Odd Koncept e Derick. Além de três DJs que foram escolhidos através de um DJ Contest realizado na página da NEXT: Asumihara, Bryan Robert e Guilherme S.

Quais são as dificuldades de fazer o primeiro evento de uma marca na cidade?

Não chamaria de dificuldades, mas de desafios. E são muitos! O principal deles é conseguir traduzir de forma prática para o público tudo aquilo que idealizamos. E como já sabemos que o público de Brasília é exigente quando o assunto é música eletrônica, tentaremos nesse início fazer algo mais intimista. Fazer com que a notícia de que a NEXT chegou, seja algo orgânico, baseado na experiência das pessoas com o projeto. Estávamos um pouco inseguros no início com a situação da pandemia, os decretos e protocolos de segurança, mas definimos que seguiremos todos os protocolos exigidos pelas autoridades para que seja segura para todos participarem do evento. O passaporte da vacina com pelo menos duas doses será obrigatório para participar da festa.

E a proposta é que a festa seja um coletivo, ou vai ser uma festa que vai unir vários coletivos?

A NEXT, na verdade, nasceu como uma festa que propõe unir diversos coletivos da cidade, mas acabou incorporando outras ideias no meio do caminho. Estamos nos inserindo por exemplo em um coletivo nacional que trabalha em forma de hub cultural dentro do techno. Fizemos uma parceria muito boa com o coletivo paulista Amazonika e juntos estamos criando uma base de produtos todos voltados para o fortalecimento de artistas, coletivos e projetos. Estamos em fase de prototipo dos seguimentos em que atuaremos nesse contexto e em breve teremos tudo pronto pra começar a trabalhar com essa visão mais ampla.

E o que vocês estão imaginando de perspectiva do cenário futuro dos eventos na cidade? Como vocês imaginam o ano de 2022? Vai rolar mais NEXT?

Quando fizemos o brainstorm da NEXT, decidimos que o projeto assumiria um caráter de revolução! Por isso, planejamos executar três edições em 2022. A primeira vai funcionar como uma espécie de premiere. A partir da segunda edição ampliaremos as possibilidades, traremos três DJs de fora e metade do line será formado por mulheres. Ainda não podemos revelar muitos detalhes sobre a terceira edição, mas podemos adiantar que o headliner será um grande artista internacional.

Posted in

Equipe TUNTISTUN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

× Como posso te ajudar?